Previsão para o primeiro trimestre de 2016: Crescimento moderado para a atividade global de M&A, informa a Intralinks

Ao contrário do que era esperado para ser um ano recorde em dealmaking em 2015, 2016 está se mostrando para ser um ano mais lento, mas com bom começo para a atividade de M&A mundial.


22/10/2015

Chegou o dia pelo qual você aguardou durante todo o trimestre – a última edição do Deal Flow Predictor (DFP) da Intralinks® está disponível. Neste trimestre, o DFP da Intralinks, um indicador de anúncios de futuras transações de M&A com histórico comprovado de exatidão, prevê o crescimento sustentado do volume global de deals de M&A anunciado para o primeiro trimestre de 2016.

De acordo com as previsões, 2015 será um ano recorde em negociações; contudo, parece que 2016 terá um início mais lento, embora ainda bom para a atividade global de M&A. Com base em opiniões obtidas na edição atual do DFP da Intralinks, prevemos um aumento nos níveis de atividades globais de deals de aproximadamente 7% no primeiro trimestre de 2016, em relação ao primeiro trimestre de 2015. Assista ao nosso vídeo, que apresenta os destaques para o primeiro trimestre de 2016.

[vidyard videoid="4D9_UeRtkn8_qP2JAaPu1w"]

Volume de deals e tendências de mercado para o primeiro trimestre de 2016

Em termos globais, observamos os maiores aumentos nas atividades de M&A em estágio inicial nos setores de bens de consumo, saúde, alta tecnologia, imóveis e varejo. Por outro lado, há uma redução nas atividades de M&A em estágio inicial nos setores de energia, materiais, telecomunicações e industrial.

A América Latina (LATAM) destaca-se, com as atividades de M&A em estágio inicial apresentando aumento de quase 49%. Houve uma aceleração nas atividades de deals em estágio inicial na Europa, Oriente Médio e África (EMEA), com crescimento de 11% em comparação com quase 7% no trimestre anterior. APAC apresentou somente um pequeno aumento nas atividades de M&A em estágio inicial com crescimento de cerca de 3%, refletindo os temores de uma retração econômica na China e a turbulência no mercado de capital chinês e em outros mercados emergentes durante o verão do hemisfério norte. A América do Norte apresentou redução de 3% nas atividades de M&A em estágio inicial, devido a temores em relação a um declínio na economia dos EUA e global e à confusão entre os negociadores quanto ao ritmo e ocorrência de prováveis aumentos nas taxas de juros pelo U.S. Federal Reserve (Fed).

Redução no otimismo dos negociadores

Para entender melhor as perspectivas dos negociadores sobre o futuro ambiente de negociações, no início de outubro de 2015 a Intralinks conduziu uma pesquisa com 575 profissionais de M&A. As conclusões dos dados do DFP da Intralinks são coerentes com as respostas à nossa pesquisa de opinião global.

Com base nos resultados da pesquisa, a opinião dos negociadores sobre o futuro da atividade de M&A está mais moderada, mas ainda otimista até certo ponto. De acordo com a pesquisa, apenas 50% dos negociadores esperam participar de mais deals do que há seis meses, e 53% esperam um aumento nos volumes gerais de deals. 43% dos negociadores globais continuam positivos sobre o ambiente atual de negociações. Entretanto, essas opiniões diferem muito de acordo com a região: 55% dos negociadores na EMEA estão otimistas sobre o ambiente atual de negociações, em comparação com 43% na América do Norte.

Com base na nossa visão sobre as atividades de M&A em estágio inicial, prevemos um desenvolvimento global modesto, devido à incerteza das taxas de juros na América do Norte e à retração econômica na China. A América Latina começa a dar sinais de finalmente estar saindo de seu declínio prolongado, mostrando o maior aumento nas atividades de M&A em mais de 18 meses.

Não há dúvida de que devemos prestar atenção ao ano de 2016.

Ainda deseja confiar em videntes e cartas de tarô? Achei mesmo que não... Se você quiser saber mais com a edição deste trimestre do Deal Flow Predictor da Intralinks, baixe aqui.



Matthew Porzio

Matthew Porzio

Matt entrou para a Intralinks em 2003. Como Vice-Presidente de Estratégia e Marketing de Produtos, Matthew Porzio é responsável por gerenciar e orientar a direção estratégica do Intralinks Dealspace, incluindo soluções de data room virtual e de ciclo de vida completo da transação para as comunidades de M&A, private equity, consultoria, desenvolvimento corporativo e reestruturação. Antes de ingressar na Intralinks, ele atuou como associado sênior na Metzler, uma empresa de consultoria alemã com foco em transações internacionais de M&A.

Fique por dentro

Inscreva-se em nossa newsletter para receber análises de mercado e inspirações de liderança imperdíveis diretamente no seu e-mail. Esta newsletter será enviada em inglês.