Indefinições jurídicas e regulatórias sobre a “cloud” podem afastar empresas do Brasil

Data: 11/11/2015, Artigo de origem: Executivos Financerios