Intralinks Studyspace™

Arquivo Eletrônico de Local Controlado pelo Investigador

Dê aos seus locais a liberdade proporcionada pelo controle vitalício dos seus documentos clínicos. O Arquivo Eletrônico de Local Controlado pelo Investigador (eISF) do Intralinks Studyspace gerencia pastas regulatórias do local online, com simplicidade e eficiência. 

O eISF fornece maior liberdade e controle para todos os envolvidos.

Proporcione aos seus locais de estudo clínico o tempo e o espaço para se concentrarem nos participantes, não nos seus monitores. Os investigadores mantêm controle independente sobre seus documentos de estudo clínico e os patrocinadores poupam tempo e dinheiro, reduzindo significativamente as visitas ao local com o Arquivo Eletrônico de Local Controlado pelo Investigador (eISF) do Intralinks Studyspace.

Diagrama do Arquivo Eletrônico de Local Controlado pelo Investigador (eISF)

O Intralinks Studyspace permite que os monitores de local criem, gerenciem, compartilhem e arquivem documentos do estudo clínico em seu próprio repositório totalmente criptografado na nuvem. Agora, os patrocinadores monitoram estudos remotamente e melhoram a preparação para a inspeção sem visitas ao local para a análise de papelada – uma economia considerável de tempo e custo para todos os envolvidos.  

  • Permita que os locais mantenham seus próprios arquivos independentes de locais controlados pelo monitor (p.ex., pasta regulatória) em um local único e seguro
  • Elimine a necessidade de visualização de documentos do monitor no local e em pessoa pelos monitores do estudo
  • Simplifique a distribuição e coleta de conteúdo entre o local e o patrocinador
  • Elabore um arquivo com custo reduzido, independente e preparado para inspeção de toda a documentação do estudo no local

Intralinks Studyspace

Agilize as descobertas. Leve medicamentos e terapias com mais rapidez ao mercado, gerenciando estudos clínicos em um repositório online seguro desenvolvido com base na troca de informações em tempo real. 

Entre em contato para saber mais: