6 modos práticos de se preparar para o seu próximo exame de compliance

Os exames regulatórios estão se tornando mais complexos, enquanto o tempo que se tem para a preparação diminui. Portanto, qual é a melhor maneira de se preparar completamente, porém, de forma ágil?

21/10/2015

6 modos práticos de se preparar para o seu próximo exame de compliance

Os exames regulatórios estão se tornando mais complexos, enquanto o tempo  que se tem para a preparação diminui. Portanto, qual é a melhor maneira de se preparar completamente de forma ágil? Aqui estão seis dicas práticas que podem ajudá-lo a se preparar para o exame rapidamente.

  1. Identifique as principais áreas de preocupação dos examinadores: A gestão de dados e os controles internos ainda estão no centro da atenção e dividem os holofotes com uma nova preocupação: ameaças cibernéticas e vulnerabilidades da tecnologia da informação de empresas e fornecedores externos. Prepare-se para uma análise intensiva, que saliente o controle de risco e o planejamento da continuidade dos negócios após um desastre. Além disso, a adequação dos controles para combater ameaças de fraudes no processamento de transações eletrônicas e métodos sofisticados de lavagem de dinheiro também serão analisados.
  2. Realize uma avaliação de risco antes do exame: vale a pena realizar uma avaliação interna de risco de forma independente ou com o auxílio de um consultor externo. Isso demonstra uma abordagem proativa à gestão de riscos, destinada a:
    1. Identificar os principais riscos
    2. Avaliar os controles de risco e sua eficácia
    3. Identificar lacunas na cobertura de risco
    4. Demonstrar a prova de compliance


Se descobrir quaisquer problemas, informe-os ao responsável pelo Compliance para que este o aborde.

  1. Reveja a sua resposta aos exames anteriores: se houve a necessidade de ações corretivas após um exame no passado, descubra se estas ocorreram e se foram documentadas. Se não foram implementadas, descubra por quê. Aborde os itens que ainda não foram resolvidos anotando o progresso feito até hoje e a data prevista para sua conclusão. Não se esqueça das queixas dos clientes. Verifique se foram abordadas e se as alterações resultantes nos controles foram documentadas.
  2. Indique uma pessoa-chave para gerenciar o processo de pré-exame e do exame em si: Selecione uma pessoa que atue como o gerente do exame— ela garantirá que os examinadores recebam as informações necessárias em tempo hábil e servirá como contato entre os examinadores e os gerentes do departamento. Quem é um bom candidato para esta função? Alguém que conheça bem as políticas, os procedimentos e as práticas de controle de risco da sua empresa e os articule com precisão. Esta pessoa deve ser muito organizada e detalhista, já que precisará lidar com uma grande variedade de documentos muito específicos e confidenciais. Em um nível pessoal, o gerente do exame deve ser confiante, assim como orientado ao serviço. Lidar com os reguladores pode ser complicado; assim, o ideal é escolher alguém que mantenha a calma mesmo sob pressão. Esta pessoa também precisa responder rapidamente a solicitações e fornecer informações prontamente... e do modo mais gentil possível!
  3. Conclua todo o treinamento necessário de compliance: o treinamento abrangente e atualizado em compliance é um dos critérios utilizados pelos examinadores para determinar se há um programa sólido de gestão de compliance e uma “cultura de compliance”. Antes do exame, analise os registros do treinamento e elimine eventuais lacunas em seu programa.
  4. Oriente as pessoas relevantes: Oriente os gerentes de departamento e funções para que se preparem para fornecer aos examinadores respostas precisas e consistentes. A Diretoria da empresa também deve receber tais orientações. Em virtude da responsabilidade do Conselho pela supervisão do compliance, cada membro deverá ter um relatório completo das conclusões da avaliação pré-exame e estar pronto para responder às perguntas feitas pelos examinadores.


A necessidade de uma preparação cuidadosa para o exame em um curto período é o método de mais sucesso. A estruturação da preparação para o exame como um processo repetível e de várias etapas torna-o menos complexo e se torna mais provável obter um resultado bem-sucedido. E não é isso o que todas as empresas desejam?

Saiba como O Intralinks VIA® ajuda os profissionais de governança, risco e compliance a permanecerem no controle do processo de compliance regulamentar desde o início.



Mark Kalen

Mark Kalen

Mark Kalen is worldwide director of product strategy and marketing for financial services at Intralinks. Mark received his MBA from Boston University and has worked over 15 years in financial services as executive and consultant specializing serving in a variety of roles including Sr. Director Risk and Compliance, VP Operations, and VP Product. His experience includes tenure at JP Morgan, Deloitte & Touche, State Street Bank, Wolters Kluwer, and Fidelity Investments.

Fique por dentro

Inscreva-se em nossa newsletter para receber análises de mercado e inspirações de liderança imperdíveis diretamente no seu e-mail. Esta newsletter será enviada em inglês.