Projeções positivas e retomada da economia brasileira marcam terceira edição do M&A Summit

Previsões benignas para o futuro, mais investimentos no mercado brasileiro, panorama dos processos de M&A. Confira os assuntos abordados no III M&A Summit.


26/09/2017

Foi com uma percepção positiva para o futuro que a Intralinks promoveu, no último dia 22, a terceira edição do M&A Summit. O evento, realizado no WTC, em São Paulo, reuniu executivos de grandes empresas para discutirem as perspectivas do mercado de fusões e aquisições.

Passados dois anos da maior recessão econômica da história, as previsões indicam que o Brasil está no caminho certo para a retomada de investimentos, e a recuperação da economia já dá sinais de estabilidade. Maurício Molan, Economista Chefe do Santander, abriu a sequência de palestras falando sobre o panorama macroeconômico internacional e no Brasil. Para ele, a tendência é de que as empresas consigam se desenvolver de forma mais rápida após o período cauteloso.

Durante a apresentação, Molan também fez projeções e destacou a possibilidade da normalização lenta da política monetária global e a capacidade de crescimento de economias emergentes. Apesar dos aspectos benignos, ainda há um desafio fiscal crítico e o cenário positivo estará altamente dependente da capacidade do governo de fazer reformas.

Além de falar sobre o panorama do mercado de fusões e aquisições – que deve evoluir nos próximos 18 meses – o head de M&A no Brasil do Bank of America Merrill Lynch, Diogo Aragão, citou que os setores de infraestrutura devem aquecer as negociações. Além disso, ele pontuou que as transações estão se tornando mais complexas devido aos processos de diligências detalhados e às preocupações relacionadas ao antitruste.

Abordando os desafios e as peculiaridades de auxiliar em processos de diligência organizações de ativos menores, Mauro Leschzier, sócio da Machado Meyer e Priscila Rodrigues, da Bozano Investimentos, apresentaram o case da Vera Cruz, do projeto Caledonia, que demorou pouco mais de dois anos para que o deal fosse concluído.

Cláudio Gonçalves e Leandro Spadini, da AT Kearney, palestraram sobre os desafios de integração pós deal e quais as melhores práticas a serem utilizadas neste processo. Para eles, toda a ação deve seguir um conjunto objetivo de princípios e diretrizes para dar certo, são eles: foco no cliente, velocidade na entrega, sinalização de problemas, comunicação transparente, definição de liderança e alinhamento de metas.

O M&A Summit também abriu um espaço de discussão entre palestrantes e convidados que levantaram dúvidas pertinentes sobre a atuação do Brasil no mercado de fusões e aquisições e toda os entraves envolvendo a abertura comercial do país.

 

 



Claudio Yamashita

Claudio Yamashita

Claudio Yamashita é Diretor da Intralinks Brasil, responsável por vendas e operações. Ele tem 15 anos de experiência em soluções de tecnologia e colaboração com empresas de software globais, como Oracle, Ericsson e Amdocs. 
Durante sua carreira, se concentrou em capacitar empresas com serviços e soluções de computação em nuvem para ajudar as organizações a melhorarem o fluxo de trabalho e a produtividade. 

Com experiência na região, o Sr. Yamashita está na Intralinks desde que a Sede Regional foi aberta em 2010 e lidera a equipe no Brasil desde 2012. 

Fique por dentro

Inscreva-se em nossa newsletter para receber análises de mercado e inspirações de liderança imperdíveis diretamente no seu e-mail. Esta newsletter será enviada em inglês.